SAUS Qd. 05 Sl. 1003 Ed. OK Office Tower
Asa Sul, Brasília - DF CEP: 70070-937
Segunda à Sexta
08:30h às 18:00h
+(55) 61 3965-2220
contato@emilianolandim.com.br

Últimas Notícias

Fique por dentro das últimas notícias do mundo jurídico.

Como usar as redes sociais para atrair clientes na advocacia

Usar as redes sociais para atrair clientes pode ser uma excelente tática para advogados que querem se diferenciar da concorrência. E, mesmo num mercado tão competitivo como o da advocacia, ainda existe muito espaço para conquistar clientes usando as mídias sociais.

Percebemos isso observando o comportamento dos usuários nas redes sociais: 90% são observadores, consomem conteúdo de maneira passiva; outros 9% são engajados e interagem com as públicas; mas apenas 1% produz conteúdo!

Ou seja, podemos perceber que a maioria dos advogados ainda não usa as redes sociais para atrair clientes de maneira eficiente, pois não produzem conteúdos capazes de gerar valor ou interesse no público. De pouco adianta ter um site ou uma página se você não consegue alcançar as pessoas ou transformar seus seguidores online em clientes offline.

O advogado que deseja atrair clientes com as redes sociais precisa produzir bons conteúdos em sua área de atuação e reforçar a sua autoridade na advocacia. Assim, se aproxima de potenciais clientes que conhecem o real valor do seu trabalho.

Além disso, produzindo conteúdo de qualidade, seu trabalho deixa de estar restrito em uma cidade ou estado. Com o marketing jurídico digital, você pode alcançar pessoas no país inteiro. Mas lembre-se, o tempo das pessoas é cada vez mais escasso e as opções, cada vez mais amplas e atrativas. Então produza conteúdo realmente de qualidade, para se diferenciar e atrair a atenção do seu público.

Para ajudar os profissionais que querem começar a investir para transformar seguidores em clientes, eu listei alguns passos necessários:

3 dicas para transformar seus seguidores em clientes

1. Escreva artigos de forma clara e objetiva

Escrever é uma habilidade essencial de todo advogado. Mas escrever de forma clara, concisa e sem juridiquês é fundamental para se prender a atenção dos leitores. Se você escreve com uma linguagem que seja compreensível pelos seus seguidores, eles vão entender que você é um profissional acessível, que consegue sanar dúvidas com didática e, portanto, oferece um bom atendimento.

2. Mantenha uma frequência de publicação

Ao elaborar conteúdos para o seu público-alvo, o advogado deve ter a consciência de que vai precisar escrever com regularidade. Vale a máxima: o importante não é a velocidade, mas a consistência. Por isso, minha dica é escrever textos curtos ou contar com colaboradores que possam produzir conteúdos para o seu escritório. De ambas as formas, usar o marketing jurídico de conteúdo nas redes sociais para atrair clientes é uma ótima maneira de iniciar uma conversa com o mercado.

3. Construir uma autoridade na advocacia pode levar tempo

Lembre-se que não é possível construir a sua autoridade na advocacia de um dia para o outro. Tenha paciência e continue investindo Crie metas e pesquise sobre métricas para acompanhar o desenvolvimento do seu marketing jurídico. Dessa forma, vai ser mais fácil de enxergar o avanço do seu negócio nessas redes.

Conclusão

Por fim, vale lembrar que o Brasil é um mercado extenso, com milhões de usuários conectados à internet e ativos em redes sociais. Além disso, o Brasil ainda é um dos maiores mercados para a advocacia privada: o mercado jurídico fatura cerca de 50 bilhões de reais por ano.

Ou seja, existe dinheiro e necessidade de consumir serviços jurídicos, mas a estratégia para conquistar esses clientes é que está em transformação. Por isso, vale aperfeiçoar as suas técnicas de marketing e investir em atrair clientes com as redes sociais! A advocacia moderna é mais dinâmica, versátil, simples e objetiva e o seu negócio deve refletir isso.